quarta-feira, 16 de março de 2011

View Master em 3D - magia para seus olhos.


View-Master: Uma coleção exclusiva de retratos maravilhosos em 3D cheios de cor que necessitam de um aparelho especial. 
Aparelho View Master da década de 50

Aqui no Brasil pouca gente conhece, mas nos Estados Unidos foi a coqueluche das décadas 50, 60, 70 e 80. 
Propaganda natalina do View Master nos EUA

Ainda existem muitos modelos e reproduções (copias de originais antigos) que circulam pelo mercado mundial. No Brasil já vi em prateleiras de lojas de brinquedos e na internet View Masters temáticos da Disney ou do Ben 10. 
Propaganda relacionada a aventura para divulgação do View Master

Pra quem não conhece é um aparelho que parece uma máscara, ou um óculos, por onde você enxerga tridimencionalmente imagens de mini-slides, que estão em discos ou carretel de papelão. 
Disco ou carretel contendo os slides duplos para o funcionamento 3D

Como utilizar o View Master
A medida que você assiste as imagens estáticas, vão se modificando, acionando-se um botão lateral que gira o carretel. Fico imaginando a infância de muitos americanos e uns poucos privilegiados brasileiros que tiveram oportunidades únicas de conhecer o mundo através de ótimas séries através do View Master.  

Aqui no Brasil, como em muitas oportunidades o View Master foi relegado a um simples brinquedo para crianças, mas quando foi criado sua preocupação principal era entreter toda a família, por isso você encontra View Masters com temáticas adultas – que para crianças tornam-se até mesmo chatas: fotos de paisagens turísticas feitas pelo mundo, missões lunares, astronomia, geologia, natureza, séries de televisão, desenhos animados e séries especiais de Natal ou religiosos.
View Master da Missão Appolo (documentário)
View Master da série "The Banana Splits"

As câmeras fotográficas utilizadas para montar esses slides possuíam duas lentes e dessa forma obtinham duas imagens parecidas com uma pequena diferença na distância entre elas o que proporcionava a reprodução do olhar humano em 3D.
Câmera stereo ou 3D da década de 1930
Câmera stereo ou 3d da década de 1950

Os cenários para alguns view masters especiais eram produzidos por artistas consagrados como Florence Thomas ou Joe Liptak, que confeccionavam dioramas (cenas paradas) para serem fotografados. 
A artista plástica americana Florence Thomas produzindo um diorama
Joe Liptak em seu cenário do Peter Pan para View Master

A técnica é muito similar ao stop-motion utilizado no cinema de curta metragem. O resultado final eram verdadeiras obras primas que podiam ser visualizadas em 3D.

Os Flintstones em Bedrock
Zé Colméia posando para um retrato

O equipamento era simples mas eficaz, sem a sofisticação dos atuais 3D com óculos, sem óculos e caríssimos. Seu recado era simples: trazer entretenimento e diversão para todos os gostos. 
Propaganda do View Master na década de 1950

Também existiam projetores de slides específicos para exibir os pequenos e notáveis slides. Um em 2D com uma lente e outro em 3D com duas lentes.
Projetor View Master Júnior
Projetor View Master 3D
Caixa de projetores da década de 1950
Projetor de View Master da década de 1970

Lembro de ter visto pessoalmente uma ou duas vezes no passado, o tal View Master na casa de amigos. Naquela época, importação era coisa complicada, exigia muita burocracia e algum dinheiro. 
Colecionador americano (Texas) de View Master

Dessa forma eu me conformava com brinquedos de lata que vinham do Japão através da Estrela que eram comercializados na caverna natalina da Lojas Hermes Macedo. Mas ainda bem que podia, pois quantas crianças ficam sem natal ou com fome o ano inteiro, a vida toda. Mas enfim...não vamos filosofar agora.
Estúdio de produção de historinhas para View Master na década de 1950
Equipamento fotográfico especial em 3D para detalhes das histórias de View Master

Conheça um pouco mais do View Master (em inglês)

Comercial americano do View Master de 1971, com Jodie Foster e Henry Fonda:


View Master a venda no Mercado Livre.

12 comentários:

Luiz Borges disse...

Carlos, você acredita que eu ainda tenho o meu View Master ( o da primeira foto, preto) com uma série de discos de locais da Europa? Nem me lembrava mais disso. Está guardado em algum local no sótão do meu pai (repleto de coisas....muitas coisas antigas). Um abração. Muito bacana essa postagem!

Thaís Cardoso disse...

Não tive um desse! Mas ainda há tempo! kkk! Adorei a postagem!

Amanda Reznor disse...

Muito bom esse post, Carlos!

Adorei essas máquinas antigas ^^

Solitudinem disse...

Alguns desses viewmasters possuem um visual quase steampunk...

Anônimo disse...

Olá, Machado! Interessante a matéria sobre estas imagens 3D. Tenho um aparelhinho destes da década de 50, guardei porque era de meu pai. Ele não deixava a gente (os filhos) ver porque as imagens 3D eram de mulheres em nú artístico, inclusive uam foto clássica de Marilyn Monroe, que na época era uma jovem que ainda não se tornara famosa. O efeito tridimensional é legal, apesar de algumas fotos estarem "desbotadas"
pelo tempo...Abraços!
Odeneide

Ana Cristina Caldatto disse...

Formidavel suas informações!

Dri Cake Confeitaria Artistica disse...

Eu tenho um, com vários disquinhos dos anos 60, expedição a lua,africa, Nasa,etc...alguém se interessa? Ganhei da minha avó.

Chu disse...

Muito legal!! Eu tive um desses quando piá, mas não sei que fim levou.
Alguém sabe onde conseguir um? Tem alguns no Mercado Livre, mas se alguém estiver afim de negociar...

Grande abraço,
Alexander Chu

Anônimo disse...

Eu também tenho meu View Master guardado. Faz tempo que não vejo, mas de jeito algum vou me desfazer dele. Adoro!!! Parabéns pela publicação maravilhosa!

Eveline disse...

Eu tenho duas caixas (originais) do ViewMaster com quase 100 discos originais (antigos) em perfeito estado e gostaria de vender juntamente com os aparelhos originais para visualizacao (decada de 50)...por 500 reais cada conjunto. Onde posso ofertar?

cipexbr disse...

Eveline, tente no Mercado Livre. Lá existem outros anúncios desse tipo e boa sorte na venda.

Carlos Pinheiro disse...

Eu tenho um da década de 60. 5 discos de fotos, uma relíquia!